segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Aos amigos paulistas: Aqui no Rio também era assim. Todo mundo sabia ou desconfiava, mas nada acontecia. Até que um dia a casa caiu

Imagem com alguns escândalos de corrupção tucana em São Paulo


Vejo nas redes amigos paulistas prestando solidariedade ao estado lastimável do  meu Rio de Janeiro, com seus últimos governadores presos e o atual se sustentando no poder às custas de uma liminar, pois já teve o mandato cassado.

Agradeço a solidariedade, mas lamento ser o portador de más notícias - ou boas, dependendo do ponto de vista. O que aconteceu com o Rio vai acontecer também em São Paulo. Ninguém acredita, mas vai.

Assim como ninguém acreditava que Aécio Neves seria desmascarado. Hoje é um morto vivo.


São Paulo tem tradição em corrupção mais antiga que o Rio. Desde Ademar de Barros, passando por Quércia, Maluf e seu afilhado Pita.

Os tucanos inovaram ao aparelharem o estado e a mídia, com seu jeito de soltar um peido e perguntar quem foi, apontando sempre a corrupção dos outros.

Mas não é de hoje que todos sabemos da corrupção no metrô, no Rodoanel, nos trens, nas merendas, abafadas pelas mais de 100 CPIs barradas na Assembleia paulista.

No Rio também parecia que a farra não teria fim, e o comportamento quase psicótico de Cabral é o maior sintoma disso, mas, um dia, a casa caiu.

Vai chegar a vez de São Paulo e mando minha solidariedade antecipada a vocês.

Como num antigo comercial de vodka, o Rio é São Paulo amanhã.

Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado