segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Procurador-geral do Texas, onde atirador matou 26 pessoas numa igreja, diz que solução é mais armas: fieis e seguranças armados nas igrejas



Mais um atentado abala (sic) os Estados Unidos. Um atirador entrou numa pequena igreja numa minúscula cidade do Texas ontem, domingo, e saiu atirando. Matou 26 pessoas e deixou várias outras feridas.

Para o procurador-geral do Texas, o republicano Ken Paxton, as igrejas devem contratar segurança particular e armar seus fiéis para que respondam a bala a um novo atentado.

Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Horas após um tiroteio em massa que deixou pelo menos 26 pessoas mortas, o procurador-geral do Texas, numa entrevista ao canal Fox News, disse que as igrejas deveriam "armar alguns dos paroquianos" ou contratar "segurança profissional".

Se mais frequentadores de igreja estiverem armados "sempre há a oportunidade de que o atirador seja impedido antes de ter a oportunidade de matar muitas pessoas", disse Paxton.

"Vai acontecer de novo e, por isso, precisamos de segurança profissional ou, pelo menos, armar algum paroquiano ou a congregação para que possam responder quando algo assim acontecer de novo ".

"Você não pode manter as armas fora das mãos de pessoas que vão violar a lei", disse Paxton. "Se alguém está disposto a matar alguém, também estará disposto a violar uma lei restritiva de armas". 

Fontes: Fox News, The Guardian

Gosta do Blog? Ajude a mantê-lo. Faça uma assinatura. Apenas R$10. Assine

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado