segunda-feira, 4 de maio de 2020

Mal assume novo diretor-geral troca chefe PF do Rio, que investiga Flávio Bolsonaro e assassinato de Marielle


Rápido no gatilho


Uma das primeiras atitudes do novo diretor-geral da Polícia Federal nomeado por Jair Mentira Bolsonaro, Rolando Souza, foi trocar o superintendente da PF no Rio, Carlos Henrique Oliveira.

A PF do Rio era objeto de disputa entre Bolsonaro e o ex-ministro Moro. O presidente queria acesso a relatórios da PF sobre as investigações que envolvem Flávio Bolsonaro no caso das rachadinhas e o assassinato de Marielle Franco, em que estão envolvidos milicianos ligados à família.

Carlos Henrique Oliveira caiu para cima e vai ser diretor-executivo, o número dois na estrutura da PF.
Assim como Rolando era o número 2 na estrutura da Abin, cujo diretor é o primeiro indicado de Bolsonaro para o cargo, Alexandre Ramagem, que teve a posse anulada por decisão do ministro Alexandre de Moraes.

Manobrando as peças, Bolsonaro conseguiu o que queria, nomeando um aparente laranja, que vai fazer à frente da PF o que estava destinado a Ramagem.

A mudança rápida na equipe do Rio era questão de honra para Bolsonaro, a ponto de levar Moro à demissão e o novo diretor-geral a trocar o superintendente logo de cara.

Será que a Polícia Federal, que nos governos do PT teve autonomia, vai aceitar trabalhar sob a rédea curta de Bolsonaro enviando relatórios diários ao presidente sobre operações que envolvem a família?

Cadê o Queiroz?

Quem mandou matar Marielle?








Recentes:

Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
(Apenas Assinantes)

Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos


Assine a newsletter do Blog do Mello.
É grátis.

Um comentário:

  1. Os senhores Flavio e Queiroz sao investigados pelo ministério público do estado do Rio de Janeiro,no âmbito da policia federal não há nada contra os dois.O ministerio público do Rio e um órgão independente,sendo assim podem colocar ate o papa no coando da policia federal do Rio,que as investigações de Flávio e Queiroz,que não vão sofrer interferência nenhuma.

    ResponderExcluir

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado