domingo, 14 de março de 2021

Dono da casa onde Bolsonaro gravava seus programas eleitorais afirma: 'Não tenho mais dúvidas de que você será preso'


Em seu perfil no Twitter, o empresário Paulo Marinho, que cedeu sua casa para gravações dos programas eleitorais do então candidato Jair Bolsonaro, fulminou o presidente.
 
Lembrou-se de outro companheiro dos dois, Gustavo Bebianno, que era o comandante da campanha de Bolsonaro e sofreu um estranho infarto fulminante, logo após confessar que tinha um livro com informações gravíssimas sobre os bastidores de Bolsonaro.
Capitão, Hoje faz um ano da morte do meu saudoso amigo e seu ex-ministro Gustavo Bebianno. Essa data me fez lembrar um dia durante a campanha em que estávamos na minha casa e você disse: “se nós não fizermos tudo certo, podemos sair presos”.
Hoje eu entendo a sua preocupação e não tenho mais dúvidas de que você será preso, é uma questão de tempo. Sua omissão, negligência e incompetência criminosas já custaram quase 300 mil vidas brasileiras. O seu governo é o beijo da morte!
O cerco se fecha sobre Bolsonaro. Antigos apoiadores e até seus fanáticos nas redes sociais não estão resistindo à incompetência do governo no tratamento da pandemia, com o país beirando os 300 mil mortos e sem vacinas.
 
O Brasil espera que Marinho esteja certo e sua profecia se cumpra logo para que o país possa combater a pandemia sem o principal agente contagiante do vírus - o próprio Bolsonaro.  




Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui

Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos




Recentes:


Assine a newsletter do Blog do Mello.
É grátis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma colaboração pelo PIX blogdomello@gmail.com