sábado, 19 de março de 2022

Alexandre de Moraes aceita desculpas do Telegram, mas exige cumprimento das demais pendências em até 24h

O Telegram fez-se de surdo a cobranças do STF, até que o ministro Alexandre de Moraes determinou a suspensão do aplicativo em todo o território brasileiro.

Rapidamente, o Telegram despertou e seu fundador e CEO, o russo Pavel Durov, pediu desculpas ao ministro.

“Parece que tivemos um problema com e-mails entre nossos endereços corporativos do telegram.org e o Supremo Tribunal Federal. Como resultado dessa falha de comunicação, o Tribunal decidiu proibir o Telegram por não responder. Em nome de nossa equipe, peço desculpas ao Supremo Tribunal Federal por nossa negligência. Definitivamente, poderíamos ter feito um trabalho melhor”, escreveu o CEO. [CNN]

Diante disso, o ministro Moraes proferiu nova decisão [imagem reproduzida abaixo] exigindo que as outras pendências sejam atendidas em 24 horas. Entre elas uma representação, em Juízo, de um representante legal do Telegram no Brasil, que até o momento não existe.


Assine o Blog do Mello



Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos


Recentes:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, um dos poucos sem popups de anúncios, que vive apenas do trabalho do blogueiro e da contribuição dos leitores.
Colabore via PIX pela chave: blogdomello@gmail.com
Obrigado.