terça-feira, 9 de agosto de 2022

Bolsonaro desmoraliza Forças Armadas, que hoje só têm a confiança de 30% dos brasileiros

Bolsonaro conseguiu o que queria: se vingar das Forças Armadas de onde foi expulso com desonra pelo ministro do Exército da época, general Leônidas Pires Gonçalves, e desprezado até pelo ditador de plantão, general Ernesto Geisel, que o qualificou como um "mau soldado". 

A resposta Bolsonaro deu agora na presidência: com cargos altamente remunerados no governo, leite Moça e picanha, fez desabar o índice de confiança da população nos militares, que já foi o maior do país, e hoje está entre os quatro piores do mundo, com apenas 30%, segundo pesquisa do Instituto Ipsos.

Os brasileiros estão entre os que menos confiam em suas Forças Armadas quando comparados com habitantes de outros países. A revelação é da edição de 2022 da pesquisa "Confiabilidade Global", do Instituto Ipsos, que foi realizada em 28 países entre maio e junho.

De acordo com a sondagem, apenas 30% dos brasileiros acreditam nos militares. O índice é igual ao atingido entre os poloneses. E só não é mais baixo do que os verificados entre os colombianos (29%), os sul-africanos (28%) e os sul-coreanos (25%). A taxa brasileira ficou 11 pontos percentuais abaixo da média global, de 41%. [Fonte: D&D e Folha]

Bolsonaro, com o apoio luxuoso dos generais de seu governo, conseguiu jogar no chão a credibilidade de uma instituição, que já foi a maior do país: em 2014, durante o governo Dilma, o site do Exército brasileiro publicava com orgulho que "as Forças Armadas possuem o maior índice de confiança entre as instituições públicas ou privadas do Brasil, com 68% de credibilidade".

A aventura Bolsonaro está custando caro ao país (680 mil brasileiros já pagaram com a vida na pandemia da COVID) e está levando junto a imagem das Forças Armadas.

Que os militares que estão se juntando a Bolsonaro na bravata de um golpe avaliem bem a situação onde já se colocaram e às instituições a que servem.

O Blog do Mello é e vai continuar a ser de livre acesso a todos, e sem propaganda, se quem puder e o achar relevante apoiá-lo com uma assinatura. A partir de R$10

Assine o Blog do Mello



Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos


Recentes:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, um dos poucos sem popups de anúncios, que vive apenas do trabalho do blogueiro e da contribuição dos leitores.
Colabore via PIX pela chave: blogdomello@gmail.com
Obrigado.