terça-feira, 14 de março de 2017

Goleiro Bruno e Boa Esporte vão perdendo patrocinadores de goleada: já saíram cinco. Só gol contra


Para o goleiro Bruno, condenado por assassinar friamente sua ex-mulher Eliza Samúdio com requintes de crueldade e perversidade, arrumar um emprego numa equipe de futebol profissional seria uma forma de melhorar sua imagem diante do juíz que vai julgar o recurso de sua defesa contra a condenação a mais de 20 anos de cadeia em primeira instância.

Já o Boa Esporte parece que ouviu algum "gênio" da equipe do golpista Temer que achou que contratar o goleiro condenado seria uma ótima forma de divulgar sua marca para o Brasil.

Como não poderia deixar de ser, foi um gol contra atrás do outro. Até o momento já caíram fora cinco patrocinadores do clube.

Isso tudo é uma palhaçada. Bruno não pode ser contratado por ninguém, enquanto não cumprir o que deve à Justiça.

Ele não é um preso em progressão de pena. É um condenado que ainda não cumpriu o que deve à sociedade, pelo menos no entendimento do júri que o condenou.

Bruno está em liberdade provisória, graças a um habeas-corpus aceito liminarmente pelo ministro Marco Aurélio Mello, apenas por que já estava há mais tempo do que deveria esperando pela decisão da segunda instância.

Mas não tenham dúvidas. Bruno ainda vai reforçar o gol da cadeia por um bom tempo.

Pode ser que então, para mostrar que está realmente arrependido do ato brutal e covarde que praticou, conte à sociedade o que foi feito do corpo de Eliza Samúdio, até hoje desaparecido.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado