segunda-feira, 16 de março de 2020

Idosos com mais de 80 anos podem ser 'deixados para morrer' na Itália. Efeito coronavírus

Tenda médica coronavírus COVID-19 na Itália


Na Itália, COVID-19 pode levar médicos a escolher quem vai morrer



Enquanto no Brasil o irresponsável presidente faz pouco caso do COVID-19 (até quando?), na Itália a situação está desesperadora.

O país, que tratou a princípio a epidemia com o mesmo desprezo do Brasil, sofre os efeitos devastadores do acúmulo de pessoas infectadas dia após dia, do aumento do número de mortes e da superlotação dos hospitais, gerando falta de leitos e de pessoal médico (afinal, eles também adoecem...).


Em Turim, uma equipe de gerenciamento de crise para o COVID-19 estuda negar acesso a leitos a maiores de 80 anos ou pessoas com mais problemas de saúde, além do coronavírus, diante da falta de leitos.

Alguns pacientes que não receberam tratamento intensivo serão deixados para morrer, temem os médicos.

A unidade elaborou um protocolo, visto pelo The Telegraph, que determinará quais pacientes receberão tratamento em terapia intensiva e quais não, se houver espaços insuficientes. A capacidade de terapia intensiva está acabando na Itália, à medida que o coronavírus continua a se espalhar.

O documento, produzido pelo departamento de proteção civil da região de Piemonte, um dos mais atingidos, diz: "Os critérios para acesso à terapia intensiva em casos de emergência devem incluir idade inferior a 80 anos ou uma pontuação no Índice de comorbidade de Charlson [ que indica quantas outras condições médicas o paciente tem] menor de 5. "

A capacidade do paciente de se recuperar também será considerada.

Um médico disse: "[Quem vive e quem morre] é decidido pela idade e pelas condições de saúde do [paciente]. É assim que ocorre em uma guerra". [Fonte: The Telegraph]



Infelizmente a situação pode se repetir aqui no Brasil, onde a chegada do COVID-19 está sendo tratada com irresponsabilidade maior ainda do que na Itália, especialmente pelo demente presidente, além de termos população infinitamente maior e mais pobre.


Ajude o Mello a tocar o blog. Faça uma assinatura. É seguro, rápido e fácil
Sua assinatura faz a diferença e ajuda a manter o blog
Apenas R$ 10. Todos os cartões são aceitos. Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento




Recentes:

Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
(Apenas Assinantes)

Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos


Assine a newsletter do Blog do Mello.
É grátis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado