segunda-feira, 5 de outubro de 2020

Ex-cônsul do Equador diz que testemunhas confirmam que Assange foi espionado pelos EUA dentro da embaixada do Equador em Londres


O ex-cônsul do Equador Fidel Narváez fez uma denúncia gravíssima, que se não fossem esses tempos de lawfare causariam a anulação do pedido de extradição de Julian Assange feito pelo governo dos Estados Unidos ao Reino Unido.

Narváez afirmou que a empresa contratada pelo governo do Equador para tratar da segurança cibernética e local da Embaixada do país em Londres teria sido subornada pelo governo dos Estados Unidos e passou a espionar Assange durante o período em que ele esteve exilado por lá.

Mais uma vez, fica provado que os Estados Unidos não vêm limites quando se trata de cuidar de seus interesses. Desrespeitar uma embaixada é como invadir o território do próprio país.

Assista ao vídeo abaixo com a denúncia do ex-cônsul.




Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos




Recentes:


Assine a newsletter do Blog do Mello.
É grátis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado