terça-feira, 23 de março de 2021

Saúde de Bolsonaro tem dois ministros que se anulam: um demitido que não sai; um nomeado que não entra


Há quem chame apenas de incompetência. Mas é de caso pensado. Burro Bolsonaro não é, tanto que se elege há mais de 30 anos, chegou ao cargo máximo do país e se mantém impune, apesar de todas as barbaridades que disse, diz, praticou, pratica. 
 
Logo, se não é incompetência, é projeto de governo deixar o ministério da Saúde em meio à pandemia sem comando.
 
Pazuello foi demitido, mas dizem que Bolsonaro precisa de um cargo que dê foro privilegiado ao general Cloroquina ou ele sai do ministério e se arrisca a ir para a Papuda, por crimes cometidos à frente do ministério, como a fabricação de cloroquina, o kit de prevenção, a falta de oxigênio em Manaus etc.
 
Já o nomeado, Queiroga, não se sabe se poderá assumir, pois é acusado de improbidade administrativa exatamente na área médica.
 
Mas esse não deve ser o problema. Se fosse o caso, o ministro do Meio Ambiente - o notório passador de boiada Ricardo Salles - não seria ministro, já que foi condenado por improbidade administrativa por "fraudar processo do Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental da Várzea do Rio Tietê, em 2016, quando estava à frente da pasta do Meio Ambiente do governo de Geraldo Alckmin (PSDB)" [G1]. 
 
Fato é que o ministério da Saúde tem dois ministros e não tem nenhum. A equipe do que vai sair mas ainda não saiu está lá à procura do que fazer. E são vários militares, que também devem estar à espera do que Bolsonaro pretende fazer com eles. Vão ficar todos? O novo ministro vai ter que trabalhar com a milicada do antigo?
 
Quando deveríamos ter um comando central coordenando a ação dos estados para combater o inimigo, vemos o despreparo de nosso Exército, posto em postos-chave do ministério da Saúde e a pandemia ganhando de goleada. Fica o país sem comando, quando devemos bater três mil mortos no dia de hoje, e subindo.
 
Se isso não é genocídio e Bolsonaro não é genocida, então é o quê?



Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui

Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos




Recentes:


Assine a newsletter do Blog do Mello.
É grátis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma colaboração pelo PIX blogdomello@gmail.com