segunda-feira, 21 de junho de 2021

Japão decide hoje se vai haver ou não Olimpiadas de Tóquio e público nos estádios. Vai


Finalmente hoje, o governo japonês e o Comitê Olímpico Internacional (COI) batem o martelo e decidem se vão ou não ocorrer os Jogos este ano e se haverá público presente nos estádios para assisti-los.
 
A resposta às duas perguntas deve ser sim. Mesmo com a pandemia ainda causando vítimas no Japão, com a ameaça de criação de novas variantes, graças à mistura de atletas de vários países, os Jogos Olímpicos vão acontecer. 
 
E aconteceriam ainda que o Japão não o desejasse, como chegou a ameaçar o COI, porque os contratos entre países e o COI são draconianos em favor do Comitê Olímpico, como pudemos ver quando o Rio sediou as Olimpíadas.
 
O país sede fica refém do COI e é obrigado a atender às determinações do Comitê, por contrato.
 
Ainda que a maioria do povo japonês seja contra a realização dos Jogos. Pesquisa divulgada na manhã de hoje (já é noite no Japão, enquanto escrevo esta postagem) pelo Asahi, um dos maiores grupos de mídia do Japão.
O público japonês continua se opondo à realização dos Jogos neste verão, revelou uma pesquisa de 19-20 de junho da Asahi News Network (ANN), com 65% dos entrevistados dizendo que queriam o evento adiado novamente ou cancelado.
Quase 70% dos entrevistados disseram que achavam que os Jogos não seriam realizados com segurança, como defendido pelo primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga e pelos organizadores das Olimpíadas, mostrou a pesquisa. [Reuters]
A decisão deve também indicar que haverá público, mas apenas um número limitado e sem estrangeiros. Certamente seguindo todos os "protocolos" de distanciamento etc, como vemos nos jogos de futebol da Eurocopa, com torcedores sem máscaras e aglomerados.
 
Enfim, para alegria dos patrocinadores e de atletas teremos as Olimpíadas possíveis.
 
Se o coronavírus deixar. Ou, como disse o chefe do Comitê, "ainda que Tóquio esteja sob estado de emergência".
 
Que tempos!
 
Ainda a tempo, saiu a decisão:
Após uma reunião de cinco vias na segunda-feira entre representantes do governo central, o Governo Metropolitano de Tóquio, o Comitê Organizador de Tóquio, o Comitê Olímpico Internacional e o Comitê Paraolímpico Internacional, o ministro dos Jogos de Tóquio, Tamayo Marukawa, anunciou que a participação durante os jogos será limitada a 10.000 por local ou 50% da capacidade do local - o que for menor - e até 20.000 terão permissão para comparecer à cerimônia de abertura. [Japan Times]

Decidiram também que, em caso de emergência, poderá não haver torcida. Mas os Jogos ocorrem de qualquer jeito.
 
Viva o "espírito Olímpico"!





Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui

Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos



Recentes:


Assine a newsletter do Blog do Mello.
É grátis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, um dos poucos sem popups de anúncios, que vive apenas do trabalho do blogueiro e da contribuição dos leitores.
Colabore via PIX pela chave: blogdomello@gmail.com
Obrigado.