quarta-feira, 22 de julho de 2020

Bolsonaro é prova viva de que cloroquina não serve para COVID-19


Embora faça propaganda da cloroquina e diga que a está tomando desde que foi diagnosticado com COVID-19 (embora não tenha apresentado atestado médico algum, só de bico), Bolsonaro afirmou hoje que testou mais uma vez positivo para o vírus (talvez aí a única coisa positiva do seu governo...).

Como, segundo especialistas, em sua forma branda as pessoas infestadas costumam ficar boas de 10 a 14 dias, Bolsonaro se transforma na maior antipropaganda do produto que anuncia, porque ele funciona como prova viva de que a cloroquina não serve para combater o vírus COVID-19 ou ele já estaria curado.

E agora, como continuar a defender via Ministério da Saúde a desova dos milhões de comprimidos de cloroquina que tem em estoque em cima dos incautos brasileiros, inclusive indígenas?

O desperdício de dinheiro público, que veio da ordem de Bolsonaro para que o Exército produzisse massivamente cloroquina, tem que gerar uma punição que doa no bolso do presidente e é mais uma porta para seu impeachment por improbidade administrativa.



Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos




Recentes:


Assine a newsletter do Blog do Mello.
É grátis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado