quarta-feira, 11 de novembro de 2020

Pra desviar imprensa da corrupção de Flávio e família, Bolsonaro ameaça até guerra aos Estados Unidos


Sem citar o nome, porque não é bobo, Bolsonaro disse, se referindo a Biden, que quando não se resolve uma questão na saliva (ou seja, na conversa). resolve-se com pólvora.
 
Ele sabe que é uma baboseira. Nossos militares são tão americanófilos quanto o próprio Jair, que bate continência para a bandeira dos EUA e já disse a um vice-presidente de lá que gostaria de dividir a exploração da Amazônia com os Estados Unidos.
 
O que Bolsonaro quer é desviar o foco da denúncia de corrupção do filho Flávio, que também o atinge, já que uma das filhas de Queiróz, Nathália, que participava do esquema corrupto das rachadinhas, era funcionária de seu gabinete, quando ainda deputado federal. 
 
Mais uma vez, Bolsonaro lança o Brasil no ridículo. 
 
O site Global Fire faz a comparação entre as Forças Armadas dos países. A comparação entre o Brasil e Estados Unidos pode ser vista na íntegra aqui. Mas eu faço um pequeno resumo a seguir:
Exército na ativa: EUA 1,4 milhão, BR 334 mil
Tanques: EUA 6,2 mil x BR 437
Caças de combate: EUA 2 mil x BR 43
Helicópteros: EUA 5,7 mil x BR 242
Porta-aviões: EUA 20 x BR 0
Destroyers: EUA 91 x BR 0
Submarinos: EUA 66 x BR 6
Presidente: EUA Biden x BR Bolsonaro
Antes de declarar guerra, Bolsonaro tem que responder por que Queiroz e mulher depositaram R$ 89 na conta de dona Michelle Bolsonaro.



Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui

Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos




Recentes:


Assine a newsletter do Blog do Mello.
É grátis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado