terça-feira, 27 de agosto de 2019

Morismo contra-ataca. Depois da PF em cima de Maia, promotores querem dossiê sobre Toffoli e esposa dos últimos 11 anos

Boneco murcho do super Moro


Ações são respostas do "morismo" para enfraquecer "adversários" de Moro


Não pode ser coincidência que, logo após o fracasso das manifestações em favor de Moro no último domingo, a PF saia com relatório contra o presidente da Câmara Rodrigo Maia na segunda-feira e promotores entrem com uma representação contra o presidente do STF Dias Toffoli e sua esposa, a advogada Roberta Maria Rangel, na terça.
Na segunda, em relatório conclusivo, a Polícia Federal atribuiu ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), os crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, e caixa dois, em investigações que envolvem a delação da Odebrecht, no âmbito da Operação Lava Jato. [Estadão]
Rodrigo estaria, segundo os moristas, boicotando o projeto anticrime de Moro.

Hoje, o morismo foi para cima de Toffoli, que suspendeu as investigações sobre Flávio Bolsonaro e sobre ele mesmo, Toffoli e a esposa.
A Associação Nacional de Membros do Ministério Público, MP Pró-Sociedade, enviou à Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, uma representação pedindo o afastamento do sigilo bancário e fiscal do ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal. O pedido também atinge a mulher do ministro, Roberta Maria Rangel, e o escritório de advocacia dela.
‘Em razão da quebra ora requerida, a Receita Federal do Brasil deverá fornecer cópias dos dossiês integrados dos referidos contribuintes (em papel e em tabelas no formato Access), referentes aos últimos 11 anos’, pedem os procuradores. 
O MP Pró-Sociedade afirma que Toffoli fez ‘uso indevido do cargo público para escamotear a prática de ilícitos penais próprios e de terceiros’ e apresentam argumentos relacionados a dois casos: o da suspensão de investigações com dados do Conselho de Controle de Atividades Financeirs (Coaf), hoje Unidade de Inteligência Financeira, e o inquérito das ‘fake news’.[Estadão]
Assim como nas fases da Lava Jato, que surgiam sempre que algo contrariava o foco da Operação, agora o movimento é para enfraquecer os adversário dos ex-juiz, inclusive o mais recente, o próprio Jair, que anda fustigando e tirando poderes do ex-justiceiro de Curitiba.

A guerra vai ficar feia e, mais uma vez, quem sai perdendo é o Brasil.

Ajude o Mello a tocar o blog. Faça uma assinatura. É seguro, rápido e fácil
Sua assinatura faz a diferença e ajuda a manter o blog
Apenas R$ 10. Todos os cartões são aceitos. Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento




Leia também:
Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos


Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado